X
Procurando por desenvolvimento de soluções web (e-commerce, website)? Clique aqui

 11 3280.7174 / 16 3639.7174

Vale a pena terceirizar o serviço de governança e saneamento do cadastro de materiais?

Essa é uma pergunta comum quando a empresa descobre que é impossível ser eficaz sem garantir o saneamento do cadastro de materiais.

A falta de padronização do cadastro de materiais tem elevado os custos operacionais através de erros de compra, demora no cadastramento de novos itens, entre outros fatores.

E agora? Vamos resolver internamente ou contratar alguma empresa especializada nesse serviço para efetuar a padronização de cadastro de materiais e produtos?

Existem alguns fatores fundamentais para chegar à melhor decisão. Elencaremos alguns deles:

Quando vale fazer internamente?

  • Quando os itens são muito técnicos, específicos, e demandariam conhecimento que só a empresa possui.
  • Quando a empresa é muito grande e possui uma equipe já qualificada, que é apta para realizar o processo.
  • Quando o volume de cadastro de materiais justifica a contratação de funcionários e os custos estruturais.

Mesmo nesses casos, ainda é pertinente considerar a contratação para o saneamento de cadastro para os itens mais comuns, permitindo sua equipe concentrar-se nos itens mais estratégicos e absorvendo o conhecimento da empresa contratada para a terceirização (desde que a empresa contratada tenha uma cultura colaborativa, compartilhando seus conhecimentos e metodologias).

Quando terceirizar?

A terceirização oferece condições imbatíveis quando há um perfil de materiais de uso comum no mercado. Alguns deles:

  • Itens MRO: Manutenção, Reparos e Obras/Operações;
  • Materiais de escritório;
  • Commodities;
  • Itens de uso e consumo.

Nesses casos, as empresas especializadas já possuem bibliotecas com estruturas de cadastro, especialistas ágeis e expertise adquirida através da realização do saneamento em inúmeras outras empresas, o que garante um menor custo combinado à precisão das informações.

A terceirização também é fundamental quando há a necessidade do enriquecimento da base de dados.

Artigo escrito por: Caio V Osman

Pós graduado em Análise de dados com BI e Bigdata; Mais de 15 anos de experiência em Tecnologia da Informação; Membro do DAMA Brasil (Data Management Association International).